Património Cultural e Natural

 

 

Desde a sua fundação que a ADPM tem como um dos seus objetivos prioritários “promover o desenvolvimento local, entendido como processo de melhoria de condições culturais e materiais assim como da qualidade de vida das populações”, privilegiando-se um modelo de (des)envolvimento sustentado na conservação, dinamização e valorização dos recursos locais, que promova a participação da população local no processo de melhoria das condições e da qualidade de vida das comunidades.

 

A concretização destes objetivos tem sido traduzida na multiplicação de iniciativas e projetos dirigidos para o desenvolvimento sustentável do concelho de Mértola, em particular, e das áreas rurais em geral, as quais se caraterizam pelas seguintes  ideias-força:

 

 

  • Privilegiam a pertença e a incidência local/comunitária;
  • Valorizam a participação das populações e pretendem suscitar e mobilizar as capacidades de iniciativa existentes nas comunidades locais;
  • Têm, em geral, como objetivo o desenvolvimento integrado, abarcando várias áreas de intervenção, articulando diferentes grupos e sectores e pressupondo uma abordagem interdisciplinar;
  • Procuram apresentar soluções inovadoras.

 

 

As ações promovidas apresentam diferentes durações, diferentes níveis de impacto e diferentes sectores de intervenção, sempre com o objetivo de:

 

  • Promover as capacidades locais;
  • Fomentar a participação das populações;
  • Estimular as capacidades de iniciativa local;
  • Estabelecer parcerias com outros agentes a nível local, regional, nacional e internacional;
  • Promover, apoiar e realizar fundamentalmente atividades orientadas para o desenvolvimento local;
  • Articular e potenciar as necessidades endógenas, com as contribuições exógenas;
  • Praticar regularmente a avaliação dos planos e ações desencadeadas, analisando os impactos produzidos, os objetivos alcançados e ainda por alcançar;
  • Praticar o princípio da Investigação/Ação, o que significa atuar e investigar em simultâneo, ou seja “aprender ao fazer” e fazer o que se aprendeu”.

 

 

Neste sentido, destaca-se uma vasta experiência na implementação de ações como sejam:

 

  • A elaboração e execução de projetos co-financiados pelo Estado Português e União Europeia, assentes em parcerias estratégicas estabelecidas com outras entidades locais, regionais, nacionais e transnacionais;
  • O fomento de Parcerias Ativas através da dinamização de espaços de co-responsabilização e cooperação entre entidades;
  • A integração em redes de cooperação de organizações regionais, nacionais e internacionais; 
  • A realização de encontros gerais ou temáticos, para troca de experiências e conhecimento;
  • A promoção de eventos (a ADPM possui uma vasta experiência na organização de certames/feiras, produção de eventos temáticos, organização de mostras, dinamização de espaços em feiras, produção de exposições);
  • A organização de atividades de informação/comunicação (incluindo edição de boletins, jornais, sessões de animação/informação, etc.);
  • O desenvolvimento de trabalhos de investigação, estudos estratégicos, análises swot, avaliações externas, etc.
  • A prestação de serviços de assistência técnica e consultadoria em áreas diversificadas às micro e pequenas empresas, às instituições públicas ou privadas e coletividades em geral (elaboração de candidaturas a programas específicos; realização de diagnósticos e avaliações; estudos de viabilidade económica, etc.), contribuindo para a criação de novas oportunidades de emprego e desenvolvimento económico dos territórios.

 

Peça mais informações, contacte desenvolve@adpm.pt