Notícias

Arranca o Programa Territorial +Solo + Vida: contra a desertificação da área natural do Vale do Guadiana


Arranca o Programa Territorial +Solo + Vida: contra a desertificação da área natural do Vale do Guadiana

O início do mês de julho fica marcado pelo arranque do Programa Territorial “+Solo + Vida”, um dos quatro projetos aprovados a nível nacional pelo Fundo EEAGrants, aviso “Projetos de preparação para condições meteorológicas extremas e de gestão de riscos no contexto das alterações climáticas”.

Este projeto tem como objetivo aumentar a resiliência às alterações climáticas dos Montados, através do desenho, implementação e avaliação de um programa territorial, com base na cooperação e partilha, para o combate à desertificação ao nível das explorações agrícolas.

Pretende-se igualmente capacitar os atores locais, nomeadamente os agricultores, para a adoção de boas práticas agrossilvopecuárias de combate à degradação do solo nos concelhos abrangidos pela área do Parque (Mértola e Serpa); realizar um diagnóstico das principais barreiras à adoção de boas práticas e desenvolver um modelo de governança para impulsionar a adaptação às alterações climáticas a nível local; e aplicar demonstrativamente 10 boas práticas, com elevado potencial de replicação, em 94 hectares nas explorações silvoagropecuárias do Parque. Realizar-se-á, brevemente, uma sessão pública de apresentação desta iniciativa, em local, hora e data a anunciar.

O projeto mais “+Solo +Vida” é promovido pela ADPM e tem como entidades parceiras a Cooperativa Agrícola do Guadiana, a Natural Business Intelligence, a Universidade do Algarve e a International Development Norway, sendo cofinanciado pela EEA Grants.