Cluster da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique – 3ª Fase

A intervenção da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique, adiante designada de “Cluster”, é efetuada através de um Programa integrado alinhado com as prioridades definidas na Estratégia Nacional de Desenvolvimento (2015-2025), no Plano Quinquenal 2020-2025 do Governo moçambicano e no Plano de Desenvolvimento Integrado da Ilha de Moçambique. 

A região alvo, densamente povoada na parte insular, é dotada de importante concentração de património histórico e cultural classificado pela UNESCO como Património da Humanidade que importa valorizar, a par de promover atividades geradoras de rendimento e de estímulo à melhoria das condições de vida dos seus habitantes.

A Componente 4 de Apoio Institucional ao Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique visa melhorar o seu desempenho e o reconhecimento junto da população, reafirmá-lo como órgão institucional fundamental para a gestão e preservação do património edificado e, consequentemente, para o desenvolvimento e valorização do Património Cultural da Ilha de Moçambique. 

 

DESIGNAÇÃO DO PROJETO | Cluster da Cooperação Portuguesa na Ilha de Moçambique – 3ª Fase | Componente 4 - Apoio institucional ao Gabinete de Conservação da Ilha de Moçambique

REGIÃO DE INTERVENÇÃO | Ilha de Moçambique 

ENTIDADE PROMOTORA| Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.;

DATA DE INÍCIO | 11/2020

DATA DE CONCLUSÃO | 31/12/2021

 

OBJETIVOS:

1 - Sensibilizar os atores locais, escolas e empresas, para o património da ilha e para melhoria condições vida e de habitação;

2 - Reforçar a presença, a importância e o reconhecimento do GACIM, em articulação com as demais entidades públicas e os restantes parceiros do Cluster junto da população, nos domínios da gestão e da salvaguarda do Património Cultural da Ilha;

3 - Promover ações de esclarecimento com a população e demais forças vivas e empreendedoras da Ilha, bem como ações participativas de boas práticas (construtivas) com potencial efeito multiplicador, em particular na cidade de Macúti, em articulação com as demais entidades públicas e os restantes parceiros do Cluster.

 

ATIVIDADES:

1 - (Re)conhecimento sociológico da cidade de Macúti;

2 - Ações cívicas de bairro;

3 - Reconhecimento e esclarecimento de bairro sobre o património classificado da Ilha;

4 - Organização de um seminário;

5 - Sensibilização para a construção de uma casa tradicional de Macúti;

6 - Sensibilização para a demolição de casas desocupadas/ abandonadas.

 

RESULTADOS PREVISTOS:

- Caraterizar os atores locais de modo a obter informação objetiva para a dinamização cívica dos bairros e para a própria estratégia futura de intervenção;

- Capacitação de 15 dias para 10 agentes de desenvolvimento. reuniões individuais com cada associação. Sensibilização a professores e alunos (materiais pedagógicos);

- Sensibilização das associações, escolas e empresas - eventos/visitas ao património classificado da Ilha; 

- Apresentação da atividade da ADPM; 

- Sensibilização para a construção de uma casa tradicional a: população, empreiteiros, fabricantes de materiais, estudantes, professores e parceiros;

- Sensibilização para a demolição de casas desocupadas/ abandonadas com vista à conversão e utilização desses espaços para a qualificação do espaço público.